quarta-feira, 18 de março de 2009

a chuva

Daí que ontem Thiagones marcou a famigerada inspeção veicular. Na zona leste. Bom, peguei ele no trampo às 15h30 e chegamos no local inacreditavelmente às 16h, mesmo pegando uma chuva mega pesada na radial leste. Em 15 minutos saímos da inspeção e fomos pra casa da minha mãe, chegando segundos antes do dilúvio. Sorte. São Paulo virou uma piscina gigante. Em 3 horas choveu o previsto para 15 dias.

E pela televisão, o caos. Datena se esbaldando com a tragédia alheia mostrando alguns lugares onde não se sabia onde era rio, onde era rua. Aí liga uma muié pra band que estava dentro de um ônibus, ilhada.

- Socorro Datena, estamos ilhados. Larguei meu carro e subi no ônibus, tá tudo cheio d'água. Tem uma moça passando muito mal aqui.
- Calma Gisele, onde vocês estão?
- No ônibus, Datena.
- Onde? Em que local?
- São Caetano.
- Mas em qual rua?
(Ela perguntando loucamente pros outros dentro do ônibus o nome da rua)
- Não sei, não sei, estamos na frente da Marba, a mortadela (!)
- Gisele, que ônibus é esse? Preciso saber pra onde mandar o helicóptero.
(Ela perguntando loucamente pros outros dentro do ônibus que ônibus é esse)
- Datena, Datena, é o SP trans.
- ...

Tudo bem, um monte de gente no sufoco, desculpem, mas demos muita risada. E eu dei graças a Deus de não estar no meio do trânsito quando a chuva começou.

Um comentário:

Heloisa disse...

nossa paula, to rindo muito... sp trans eh ooootemo