segunda-feira, 31 de agosto de 2009

o biquini

Preciso comprar um biquini novo pra ir pra Disney, porque né, os meus tão super de 2 verões atrás (literalmente). Fui na loja Líquido, que eu já odiava por não vender peças separadas e por um mau atendimento na troca de uma sunga. Enfim, fiquei lá, olhando, escolhendo, procurando tamanhos. Achei 2 legais, vou experimentar, disse eu pra songa da atendente. Eis que:

- Ai, eu ia te falar mas esqueci, é que não trabalhamos com provador.
- Como assim, não tem provador??
- Não. Mas você pode comprar, levar e provar em casa. Se não servir você volta e troca. É que como trabalhamos com peças íntimas fica complicado. Questão de higiene.
- Mas a pessoa levar e experimentar em casa não dá no mesmo? Não é até pior?
- Ah, mas fica complicado pra gente ficar trocando protetor de calcinha em toda prova aqui na loja.

Fiquei com cara de uadarréu (What the hell, foneticamente falando =P)

- Tá, e se não servir vocês vão devolver meu dinheiro?
- Não.

Aí deixei tudo lá. Que tipo de cliente seria eu pra dar tanto trabalho pra uma vendedora...loja Líquido, nunca mais.




4 comentários:

Helô Righetto disse...

nossa, q negocio surreal

Bruno Guima disse...

tem lugar que parece que a gente paga pra ser maltrado, né?

Dani disse...

Que absurdo,prima...
;-/

Helô Righetto disse...

paulets, boa viagem! depois conta td aqui!!!! bjoca